• Rafael Beibi

Partituras de XOTE para zabumba

Atualizado: 3 de ago. de 2020

Salve gente boa! Vamos conhecer várias levadas de xote pra deixar sua linguagem de zabumba mais rica e completa? Hoje fiz esse vídeo explicando passo a passo algumas variações, e estou deixando detalhando as partituras do xote de todas as variações que passei em 2 vídeos que fiz falando do xote para zabumba. Você pode ir acompanhando o vídeo através das indicações de tempo que vou deixando para cada variação, e aqui abaixo está a notação que uso para essa partitura de zabumba. Se você ficar meio perdido na leitura, não se preocupe pois logo vou fazer um vídeo ensinando como ler essas partituras. Bora tocar zabumba!


Nesse primeiro vídeo sobre xote que fiz, dei dicas de zabumba mais detalhadas sobre o tempo e o contratempo, e foquei no entendimento da levada básica do xote.

Esse é o xote básico que você pode ouvir aos 6:33 do vídeo acima.

Essa variação com os notas do bacalhau entre as notas do pirulito fica muito interessante e dá um molho legal pro ritmo. Ouça aos 9:38 do vídeo acima.


Continuando pro segundo vídeo de xote, vamos ampliar as variações e você pode explorar essas levadas diferentes em possibilidades de fazer sua zabumba soar diferente em cada parte da música. Lógico que nem em todo caso vai funcionar, às vezes uma música pede uma zabumba minimalista e reta, fazendo a mesma levada a música toda. Tudo vai depender da proposta do som!


Essa levada acima é a primeira que passo nesse vídeo novo, é um xote que usa a mesma célula do xaxado e fica muito massa dependendo da música em que você usa. Eu uso pra dar uma intenção bem marcada e forte pra música, mas também fica super interessante em xotes bem lentos, mais puxados pro estilo canção. Se liga nos 0:49 do vídeo pra sacar a levada.


Acima, essa variação onde você usa o bacalhau em colcheias, nos 2:39 do vídeo.


Essa variação acima, a qual você vê a explicação aos 5:17 do vídeo, é igualzinha a uma variação do xaxado que eu chamo de "xaxado-funk" pra ficar mais fácil da gente lembrar. É uma opção super interessante de se usar pra marcar a transição de uma parte para outra da música.


Agora vamos para uma variação do xote que eu acho mais aproximada do reggae, por ela ter essa característica de ser mais tercinada, mais shuffle. Para mim, essa levada fica super interessante de se usar em xotes mais rápidos e com pegada forte, mas essa é só minha opinião, você pode achar outras aplicações para essa levada. Abaixo, o passo a passo dessa levada que você pode acompanhar a partir de 9:10 no vídeo.

Por último, resgatei a primeira levada do xote que vimos, mas dessa vez a ideia é fazermos a variação do bacalhau tocando mais nas colcheias, dando uma intenção interessante para a levada. Dá uma olhada nos 13:28 do vídeo.


Gente boa, por hoje é só, espero que tenham gostado. Bons estudos e BORA TOCAR ZABUMBA!




171 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Salve gente boa! Nessa semana vamos praticar adaptações de maracatu na zabumba, e estou deixando as partituras aqui pra vocês.

Vamos tocar forró na zabumba? Nesse post vou mostrar algumas das principais levadas de forró que ouço os grandes zabumbeiros tocando por aí e aplico nas minhas músicas. Um dos primeiros vídeos que f

Hoje trago cinco dicas de zabumba para inciantes. Se você comprou sua zabumba hoje e não sabe por onde começar, vem comigo!